quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

A ida do "Ano Velho"


Mais um ano terminando, o que me faz ser inundada por um sentimento de gratidão enorme por toda a graça derramada pelo Senhor.

Não tenho do que reclamar! Em todos os momentos Deus esteve comigo, me ajudando, me levantando, me orientando e enchendo meu coração de alegria, e isso pude ver na vida dos meus amigos também. O cumprimento das promessas do Senhor, assim como novas promessas sendo feitas, dons e talentos sendo descobertos na obra de Deus... Isso pra mim é motivo de muita alegria!

Porém, nem tudo são "flores". Sei que muita gente não teve seus projetos realizados nesse ano, passaram por algumas situações difíceis, se decepcionaram, romperam amizades - preciosas ou não. Mas a mensagem que eu quero te passar através desse texto é: não desanime! Deus tem um futuro de paz pra você.

"Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor: pensamento de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais." (Jeremias 29:11)

Que palavra para o nosso coração! Deus tem muito desejo de te fazer feliz, por isso todo o teu futuro já foi traçado por Ele com uma perspectiva de paz. O que temos que fazer é nos submetermos a Sua soberana vontade. Para isso, é preciso confiança! Confiança em Sua Palavra, em Suas promessas e no plano que Ele tem pra você.

Te convido a entrar nesse novo ano firmando propósitos. Propósito de um relacionamento ainda mais íntimo com o Senhor, de exercer mais a Palavra, de ajudar ao nosso próximo da melhor maneira possível, de negar as coisas aparentemente atrativas que o mundo tem nos oferecido, de abster das distrações, de criar um hábito diário de adoração... Enfim, estar junto e alinhado ao Senhor o tempo todo.

Situações difíceis nós sempre enfrentaremos, porque o Senhor, com todo o Seu amor, nos permite passar para que possamos amadurecer. Mas pode ter certeza que nos tornamos pessoas melhores quando passamos e pomos a nossa confiança em Deus.

Tenha um 2012 abençoado, juntinho do Senhor, nosso amor maior!
Grande abraço a todos.

______________________________________

"E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus." (Filipenses 4:7)

domingo, 13 de novembro de 2011

Um milagre para Jaçanã/RN

Jovens dispostos e com autoridade dada por Deus, pisando em terras fora da sua zona de conforto - marcadas pela violência, tráfico de drogas e práticas religiosas abomináveis aos olhos do Senhor -, andando pelas ruas cantando com uma alegria sobrenatural e fazendo um trabalho social marcado por grandes desafios vencidos.

Te parece uma realidade distante?! Pois te digo que isso aconteceu com os jovens da Assembléia de Deus do conjunto Pirangi, nos dias 05 e 06 de novembro de 2011. E que experiência!

No sábado pela manhã fomos direto à Comunidade de Rangel, pertencente à Jaçanã, com um grande grupo que foi subdividido em equipes para: higienização bucal, assepsia, distribuição de roupas, calçados, brinquedos e alimentos, realização de atividades com as crianças da região e oração.

O milagre do Senhor foi tão grande que, faltando uma semana para a viagem, os jovens de Pirangi só tinham 75 cestas básicas para distribuir. Mas o Senhor, que é perfeito, já tinha falado em sonho com a ir. Betânia, esposa do pastor de Jaçanã (Pr. Jofe), mostrando-a um caminhão baú repleto de doações para as pessoas carentes daquele lugar.

Você, que crer no poder de Deus, já sabe o fim da história... no total: 350 cestas básicas, que se completaram poucos dias antes da viagem!

E a manhã do sábado, mesmo sob olhares atentos de pessoas que foram observar que movimento "estranho" era aquele que estava acontecendo na redondeza, foi marcada por muitas vidas que se renderam a Jesus em meio a uma ação social permeada pela presença do Senhor.

Na noite do sábado, palestras muito importantes foram ministradas a nós e aos jovens da igreja de Jaçanã, pelo ir. Ricardo e o ir. Eliasibe. Foi uma noite muito linda, onde aprendemos ainda mais sobre os valores cristãos em meio a uma sociedade tão corrompida.

E pra fechar esses momentos tão ricos que o Senhor nos proporcionou, a manhã de domingo veio recheada de surpresas. Sementes foram plantadas nos corações das pessoas que passavam pela feira no centro da cidade.

A movimentação chamou a atenção! Um grupo cantando hinos tão alegres? Um teatro sendo encenado a céu aberto e no meio da praça? Pessoas adentrando as barracas para falar do amor de Deus? Uma palavra afiada que penetra no coração de forma sobrenatural? Um clamor pelo município sendo feito com muita fé e publicamente, sem nenhuma vergonha?

Pois é... isso se chama OUSADIA! E essa ousadia não vem de nós, e sim de Deus. Pude enxergar a nossa diminuição como humanos, e ver que todos estávamos em um mesmo espírito: de quebrantamento e amor pelas vidas que ali estavam.

Na volta para a igreja, todos cantando muito alegremente, inundaram as ruas de Jaçanã com o bom perfume de Cristo. Nesse momento eu pensei: "Estamos no caminho certo!"

Sim! Nós estamos, sem dúvida alguma!

A prova disso foi um derramamento da glória de Deus quando chegamos na igreja. O resultado foi ver vidas tendo suas histórias transformadas naquele momento, e três pessoas sendo batizadas com Espírito Santo. Que linda manhã!

Ao retornar ao meu precioso lar, e refletindo sobre tudo que foi vivido nesses poucos momentos, concluí que realmente estamos andando na contramão de uma sociedade egocêntrica, que não se importa com a vontade de Deus e nem com aqueles próximos a nós.

A juventude de Pirangi está gradativamente construindo uma identidade autenticamente cristã, permeada por sentimentos de adoração, evangelização, e comunhão.

Se quiser seguir exemplos, siga os bons!



Ação social e evangelística na Comunidade de Rangel

Higienização dos cabelos

Aplicação de remédios contra piolhos

Distribuição de roupas, calçados, brinquedos e alimentos

Evangelismo na feira

Clamor por Jaçanã em praça pública

Teatro Adorar't encenando na praça

Tarefa cumprida!

____________________________________

"Assim será a minha palavra, que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei. Porque com alegria saireis, e em paz sereis guiados." (Isaías 55:11-12a)

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Despindo-se do egoísmo

por João Paulo Furtado


Hoje o Senhor me levou a escrever sobre algo que todos nós sempre falamos e pregamos: ter misericórdia das pessoas. Porém, se você observar, não costumamos tomar nenhuma iniciativa quanto a esses indivíduos. Foi lendo alguns livros do grande Max Lucado que essa ideia incomodou meu coração de uma forma grandiosa, criando em mim a necessidade de começar a fazer alguma coisa por aqueles que sofrem.


O Senhor começou a trabalhar em mim a misericórdia e o amor pelo próximo, principalmente por aqueles que passam por uma situação difícil. Hoje podemos dizer que possuímos uma mania mundial de julgar as pessoas pelos seus atos errôneos, como se isso NUNCA fosse acontecer com nossas vidas, ou que nunca ninguém da sua família irá sofrer, ou fazer aquilo que aquela pessoa fez.


Mas o último dos pensamentos é ir até aquela pessoa que cometeu tal ato e dizer: "Meu amigo/amiga, eu estou com você! Vou estar contigo até você ficar de pé de novo, e não deixarei que ninguém te humilhe, ou tente te apontar pelo que você fez. Somos um, e nessa luta vou guerrear com você e o nosso amigo Jesus".

Bom, isso é quase um milagre!


O mais provável que aconteça nessas situações é a pessoa ser excluída, vista com "outros olhos", e sempre ter seu nome lembrado nas conversas, se tornando o assunto principal. E aí o que acontece? A pessoa já está caída e quem deveria levantar está pisando, derrubando mais ainda uma pessoa falha, que nem eu e você que está lendo.


Essas são situações da nossa realidade nas comunidades sociais, como igrejas, escolas, trabalho, e etc. Mas tal situação não se limita somente a essas pessoas. Quantos não são os que padecem nas ruas? Quanto precisam de uma palavra, de um pão, de um conselho? Existem milhões de pessoas no mundo que estão no meio da multidão, mas estão completamente só.


Quantos que estão no meio da rua, que precisam tanto de conselhos, quanto de amor, e ainda passam fome? Mais de um bilhão de pessoas no mundo inteiro sobrevivem com menos de U$ 1,64/dia. E vendo uma pessoa passando fome, um drogado que está afundado em seu vício e preso pela droga, uma prostituta que vende seu corpo para ganhar a vida, um homossexual que está cego pelo pecado, o nosso primeiro pensamento é pensar mal ou julgar, pouco nos importamos em procurar saber a causa de toda essa destruição e nem tão pouco ter misericórdia e amor por essa pessoa.


Se um bêbado bate a porta da nossa igreja o expulsamos, tiramos ele do culto para “Não atrapalhar”! Atrapalhar o quê? O seu egoísmo de querer se alimentar e crescer espiritualmente, pois a parte de evangelizar fica para o domingo à tarde? Ou para um outro momento qualquer? Hoje os eventos são todos voltados para “crescimento daqui” e “melhora dali”, mas contamos nos dedos os que tem o verdadeiro foco de evangelização.


É melhor pra você assistir o culto todo e não perder a benção (que você já conhece) do que ganhar mais uma alma para Cristo? Ou é sua religião que não permite bêbados se converterem, pois estão de bermudas, ou mal vestidos?


Aí eu pergunto: qual o evangelho devemos seguir, o da igreja ou de Jesus? Pois Jesus andava no meio desses que precisam, e a palavra diz que ele veio para os doentes mesmo.


Hoje não encontramos nenhum ministério que seja para dar conta e ajudar aqueles que estavam firmes e simplesmente sumiram da igreja. Ou estão indo à igreja, mas estão tristes, atribulados e/ou cansados de lutas do dia a dia.


Precisamos mudar nossas atitudes. Hoje sentimos muito mais prazer em ter todos os “i (ai)” da vida, como “iPod”, “iPad”, “iMac”, “iPhone”, enfim... Chegamos até a ouvir que “Não vivo mais sem o meu 'inumseioquedavida'!”. Tanta pobreza espiritual que esquecemos dos que realmente precisam.


Esse texto começa a impactar na minha vida! O Senhor me usou para escrever, mas a mensagem é primeiramente para mim, pois eu preciso de mais amor, para transbordar amor.


Reflita.


___________________________________

"O que despreza ao seu próximo peca, mas o que se compadece dos humildes é bem-aventurado."
(Provérbios 14:21)

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Uma fresta que ventile o ambiente

"Uma experiência que nos toque
Uma placa que indique a direção
Um remédio pra sarar a dor
Uma porta que se abra logo ali

Uma fresta que ventile o ambiente
Uma tranca que nos livre do ladrão
Uma joia que nos sirva de enfeite
Uma novidade que nos ilumine a escuridão

Uma voz que cante uma bela cantiga
Um dizer que nos alegre o coração
Uma colcha de retalhos colorida
Uma história que nos prenda a atenção

Tudo que a gente mais deseja
Mesmo não sabendo bem do que se trata
Tudo que é sorriso de felicidade
A gente encontra no mesmo lugar"

video

"Tudo no mesmo lugar", Crombie
_______________________________________

Quem acompanha o blog desde do começo já sacou que eu "curto" o Crombie (ver postagem: "Quem foi que disse que eu controlo o meu guidom?"). [Risos]

Gosto porque suas músicas expressam de forma simples, poética, e de muito bom gosto, o amor de Deus, seu cuidado e a nossa vida como cristão.

Daí, recentemente encontrei algumas outras músicas da banda, entre elas, essa citada acima, a qual me fez refletir sobre uma realidade muito presente nos dias de hoje.

Em nosso mundo tão corrido e egoísta, vejo pessoas carentes de algo maior, e que, por não conhecerem a Deus, e não possuírem noção da imensidão do Seu amor, procuram coisas que lhe complete em lugares errados, buscando mentiras, ilusão e coisas "negativas" disfarçadas de boas.

Há uma teoria de vida que, muita gente tem de fazer o que der na cabeça. "Sou livre! Dono da minha vida, do meu nariz! Livre pra 'curtir' do jeito que eu quiser!". No fim, colhe doenças, decepções, e não prosperam em suas escolhas.

Há aquelas que dizem que não acreditam em Deus. Que tudo é uma utopia. Mas chegando mais perto, percebemos que estão numa procura constante de algo pra acreditar, pra colocar a sua "fé". Fogem de Deus, mas no fundo, sabem que precisam dEle!

Outros pulam "de galho em galho", de religião em religião, mas não entendem que, o que precisam realmente, não é de uma liturgia ou costume de se visitar uma entidade.

O resumo disso tudo e de outros casos mais, pode ser sintetizado em uma passagem do livro de Isaías, que não está incluso nesse contexto, mas resume bem o sentimento dessas pessoas:

"Será como o faminto que sonha que está a comer, porém, acordando, sente-se vazio; ou como o sedento que sonha que está a beber, porém, acordando, eis que ainda desfalecido se acha, e a sua alma com sede. [...]"
(Isaías 29:8)

Portanto, por amor a você, Deus não criou uma religião, mas fez algo maior: sacrificou Seu único Filho por nós, o qual deixou um presente muito especial, que foi o doce Espírito Santo.

Por meio deste grande acontecimento, hoje temos livre acesso à Presença daquele que nos criou, e isso nos proporciona "tudo que é sorriso de felicidade".

Você pode acabar sua busca por algo maior HOJE, e entregar por completo sua vida a Deus. E aqueles que já entregaram e encontraram tudo de bom "no mesmo lugar", diga aí se a vida com Ele não é cheia de surpresas boas?!

Vá de encontro aquilo que REALMENTE é bom. Seja VERDADEIRAMENTE feliz!

___________________________________

"[...] A sua alma será como um jardim regado , e nunca mais andarão tristes."
(Isaías 31:12b)

domingo, 7 de agosto de 2011

Criando asas

Hoje passo rapidinho, mas quero deixar uma porção da Palavra do Senhor pra você!


"Mas o que esperam no Senhor renovarão as suas forças e subirão com asas como águias; correrão e não se cansarão; caminharão e não se fatigarão." (Isaías 40:31)

Que promessa para aqueles que esperam nEle!

O Senhor tem renovado a minha força. Não perco a esperança do GRANDE DIA, que nos encontraremos com Deus face a face; não me fatigo de esperar que os sonhos que Ele sonhou pra mim se realize; não me canso de renunciar aquilo que aparentemente é bom, mas que não foi feito pra mim!

Em Deus, a nossa alma descansa e o nosso coração se aquece com o calor da Sua companhia sempre constante.

Não se canse, nem se fatigue! Confie no Senhor independente da circunstância.

Que Deus te dê uma semana de surpresas! Tenha fé.

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Cada um no seu 'quadrado'

Essa "teoria" geralmente é relacionada com quem se intromete na vida dos outros, ou em algo que não foi chamado. Mas eu te convido a olhar e pensar em um outro sentido para esta frase.

Ontem, na EBD (Escola Bíblica Dominical), enquanto as turmas retornavam gradativamente ao templo, depois da aula ministrada em classes separadas, eu fiquei lá sentada, sozinha, e observando.

Enquanto o coordenador da EBD comentava acerca da lição estudada, uma mãe chegou com dois filhos, e depois que a olhei, fiquei observando as fisionomias de algumas irmãs que estavam próximas a mim. Então pensei: "Caramba... cada pessoa tem seu histórico de vida, sua bagagem, suas dificuldades vencidas, enquanto outras ainda não superaram por completo suas dificuldades!". Daí o Espírito Santo me fez refletir acerca disso.

Cada um tem sua vida, difícil ou não. Mas você há de concordar comigo que, mesmo não tendo uma vida tão difícil, todos passamos por dificuldades algum dia.

Eu nem imagino o que essas pessoas já passaram; não tenho nem ideia! Mas será que, nos momentos difíceis, alguém chegou para elas e demonstrou o amor de Cristo? Será que alguém se dispôs a ajudar? Será que alguém se importou com tal dificuldade?

Ou pensou:
Não é comigo, não tô nem aí!
Até tenho pena dela, mas o que eu posso fazer, né?
Eu nem a conheço! Não vai fazer diferença se eu for lá.

É... se continuarmos com esse pensamento egocêntrico, será que chegaremos a algum lugar? Ou melhor, no nosso almejado lugar, que é o céu? A nossa morada eterna que o Senhor preparou especialmente para nós?

Bom, tenho plena convicção que não! Se você tem o amor de Deus, esse amor é exalado de diversas maneiras, e muitas delas são mais simples do que você imagina.

Um sorriso, um "bom dia", um abraço, um cuidar, um "Tudo bem? Posso te ajudar em algo?"...

Nossa! Em cada situação há uma forma de ajudar, sem ser intrometido ou "xereta". Deus vai te mostrar o que fazer quando essas oportunidades aparecerem, você só precisa ficar atento.

Exale o amor e a alegria que Cristo colocou em você! Não peca tempo! Saia do seu "quadrado" - mundinho particular egoísta - e se doe um pouco mais; doe paciência, compreensão, prestatividade, conselhos, e muitas outras coisas boas que o Espírito Santo pode proporcionar através da sua vida.

Mesmo os seus amigos mais queridos podem estar precisando de você nesse momento, fique alerta! E se você não conhece algumas pessoas que estão próximas, por que não experimenta cumprimentá-las? É um bom começo! ;)

Boa semana pra todos! E lembre-se: ajude, se importe!

______________________________________

"Portanto cada um de nós agrade ao seu próximo no que é bom para edificação." (Romanos 15:2)

terça-feira, 12 de julho de 2011

Lá vem "bronca"... (Parte II)

Na última postagem, o tema abordado foi acerca da irrepreensão. Em resumo, devemos sempre buscar a forma de filhos irrepreensíveis perante o Senhor, porque fomos criados para assim sermos.

Porém, enquanto eu desenvolvia o tema na última publicação, me veio à mente um outro lado da história: o valor da repreensão. E o Senhor, mais uma vez, me mostrou na prática algo que ilustre o que quero te dizer.
_______________________________________

Muitas vezes me deparo com as mais diversas situações quando estou dando aula, seja de musicalização para crianças, ou particular de violino. Não foi diferente na última semana.

Uma das minhas alunas de instrumento tem um temperamento muito forte. Adora levantar questões e, muitas vezes, me testar!

Pois bem. Semana passada andei dando uns puxões de orelha nela... Não estuda, não prioriza o instrumento, e sempre quer estar com a razão!! Já viu, né?!

Só que desta vez, diferente da situação do último texto, a parte do sermão dado foi minha! rsrsrs... Não adiantar eu falar mil coisas, passar um monte de exercícios para que ela desenvolva sua técnica, se ela mesma não faz o que é pra fazer: a sua parte!

Eu poderia não dizer nada e deixar que ela prosseguisse seus estudos assim, relaxadamente, e eu apenas ganhando o meu pagamento tranquilamente. Mas não! Eu quero que ela desenvolva, quero que ela avance, e tome ainda mais gosto por um instrumento que foi ela mesma que escolheu. Estou cuidando de um interesse que é dela, mas ela [principalmente ela] precisa fazer a sua parte.
___________________________________________

A partir de tal exemplo podemos perceber que, quando o Senhor nos corrige, é porque Ele quer o nosso bem! Aliás, Ele é o único que sabe o que é melhor pra nós, sabe do nosso futuro, e o que as nossas escolhas [erradas] podem ocasionar mais à frente.

"Filho meu, não rejeites a correção do Senhor, nem te enojes da Sua repreensão. Porque o Senhor repreende aquele a quem ama, assim como o pai ao filho a quem quer bem." (Provérbios 3:11-12)

Quando caímos e pecamos, o Senhor não nos tortura, como muitos pensam. Pelo contrário!! Ele demonstra maior amor, que nenhum ser humano é capaz de nos dar. Ele perdoa e esquece nossos erros, para que prossigamos firmes no propósito que Ele traçou para nós!

O livro de Provérbios está recheado de citações que falam acerca da aceitação da repreensão/correção, e que tal atitude é sinal de sabedoria (leia Provérbios 1:20-33). O Rei Salomão, muito conhecido na história por ser um homem sábio, tinha conhecimento de que a repreensão molda o nosso caráter gradativamente, nos aperfeiçoando em todas as áreas da nossa vida, por isso que é algo bom e devemos receber com alegria.

Além disso, devemos considerar que muitas vezes, além do Senhor nos corrigir diretamente, Ele também usa pessoas próximas a nós, como nossos pais, professores, líderes, pastores, e até amigos. À medida que vamos aceitando, com humildade, cada "toque" dado por essas pessoas, que visam o nosso melhoramento como pessoa ou profissional, vamos nos aperfeiçoando e nos tornando um indivíduo cada vez melhor!

Mas, assim como escrevi no último texto publicado, não gosto de ser chamada atenção, e várias pessoas, assim como eu, também não gosta. Muitas vezes chega a ser incômodo! Mas tenho tentado exercitar isso, e te convido a fazer o mesmo.

Avalie cada correção. Veja se você está certo ou errado, mas certifique-se com honestidade, para que você se deixe ser moldado por uma correção que veio em boa hora.

Pra terminar, te deixo uma música de Ludmila Ferber que sempre fala ao meu coração, pois sinto o amor de Deus em cada repreensão, porque Ele corrige a quem Ele ama.

Aceite a correção para que se torne cada vez mais irrepreensível ;)

video
_______________________________

"O filho sábio atende à instrução do pai; mas o escarnecedor não ouve a repreensão."
(Provérbios 13:1)

domingo, 26 de junho de 2011

Lá vem "bronca"... (Parte I)


"Sede irrepreensível!"

Nas duas últimas semanas, essa poderosa palavra tem martelado meu coração com muita insistência. E o Senhor, muito prático em Seus ensinamentos, proporcionou uma experiência para que eu entendesse e assimilasse o que Ele estava querendo me dizer.
___________________________________

Na última quarta-feira (22/06) fui ao Curso de Espanhol - o qual estou cursando a 1 ano - fazer a 2ª chamada da última prova do semestre. Devido à minha falta no dia "oficial" da avaliação [sábado], a professora me ligou na terça-feira me INTIMANDO para fazê-la na quarta, porque ela precisava fechar as notas na mesma semana.

Depois da tal notícia, imagine meu desespero pra estudar durante o dia todo, em plena semana de Especialização! E o pior: a aluna aqui só foi a duas aulas da unidade referente à essa última prova, devido a ensaios e tocadas sem fim.

Ligações pra galera do curso, páginas dos conteúdos sendo procuradas, livros de gramática recorridos, exercícios de revisão sendo feitos, sem saber se estava respondendo certo ou não. Ôh aflição!

Então, a quarta-feira de manhã chegou! Dia nublado, curso distante de casa, concerto da orquestra no interior do estado marcado para à tarde, e eu indo fazer uma prova logo cedo. Mas fui! Com "a cara e a coragem" [essa última, não muita! =P], e razoavelmente estudada.

Fiz a prova, e a achei boa! Deu pra desenrolar.

Comigo, mais dois alunos [também com avaliações atrasadas] estavam fazendo a avaliação. Quando terminei, a professora me chamou lá pra perto dela, começou a conversar comigo, e adivinha o que aconteceu?! Levei mó sermão!!! E com total razão.

Fui pra casa muito chateada. Estava com a sensação de que não tinha feito uma má prova, mas não gosto de ser chamada atenção, aliás, acho que ninguém gosta! Tento dar o meu melhor em tudo, mas não foi o caso nos últimos meses do curso, por isso não tiro a razão da professora.

Daí o Senhor me fez lembrar da palavra que Ele me veio trazendo todos os dias: "Sede irrepreensível!"

Se eu tivesse presente em todas as aulas, me esforçando para estudar mais a cada semana, eu poderia ter me dado melhor na prova e não ter ganho o título de "aluna faltosa".

A falha foi minha! Mesmo faltando justificadamente algumas vezes por causa do trabalho, eu devia ter me dedicado bem mais e procurado compensar minhas faltas em dias de estudo ou de monitoria no próprio curso.
___________________________________

Trazendo essa lição para a nossa caminhada com o Senhor, lembro-me que constantemente falhamos, por inúmeras e inúmeras vezes! Pecamos, erramos e caímos pelo caminho por descuido, falta de atenção, ou, principalmente, por estar "firmado na areia" [nosso próprio entendimento, que sempre está mais pra "achismo"].

Ao ler esse texto, quero que você entenda que nós, como filhos amados de Deus, fomos eleitos antes da fundação do mundo para nos apresentarmos diante dEle de forma irrepreensível [Leia Efésios 1:3-4].

Porém, com o pecado, o homem foi se tornando impuro, mergulhado nas coisas mundanas e ilícitas. Foi então que Jesus veio, e mudou toda a nossa história:

"A vós também [nós, pecadores], que noutro tempo éreis estranhos, e inimigos no entendimento pelas vossas obras más, agora contudo [Jesus] vos reconciliou no corpo da sua carne, pela morte, para perante ele vos apresentar santos, e irrepreensíveis, e inculpáveis." (Colossenses 1:21-22)

Se o Senhor nos deu a oportunidade de sermos como Ele é, não desperdicemos! Precisamos cuidar de cada área da nossa vida, para que cada uma delas seja totalmente direcionada pelo Senhor.

Mais uma vez a nossa origem humana nos diz que é impossível chegar a tal ponto, mas eu posso te dizer 2 coisas importantes:

1. Não existe filho impecável, mas existem ótimos filhos que dão prazer a seus pais por serem como são [Provérbios 10:1];

2. Deus, com Sua graça e misericórdia, segura a nossa mão e nos ajuda a não cairmos [Judas 1:24].

Então, a nossa parte é não dar motivos para sermos repreendidos.

Certo dia uma pessoa, enquanto conversava comigo, expressou que estava preocupada porque um de seus líderes na igreja tinha marcado uma pequena reunião entre os dois. Questionamentos interiores foram feitos sobre o que poderia ser, e chegou até a pensar que algum "terceiro" pudesse ter inventado alguma estória sobre ele para o líder.

Então eu perguntei:
- "Mas você não tem a consciência limpa diante do Senhor?!"
- "Tenho sim, ele não tem o que reclamar!"
- "Então não há o que temer! Se não há motivos para ser repreendido, você não será."

E no fim realmente não foi uma repreensão, nem nada parecido. Os pensamentos surgiram porque o convite soou estranho na hora, mas a conversa foi apenas para organizar e planejar metas para o trabalho que os dois desempenham juntos na igreja.

Então, que possamos sempre buscar a irrepreensão, para que quando nos encontrarmos face a face com Deus, estejamos puros e Ele nos reconheça como bons filhos.

Motivos dados ao Pai?! Só se for de alegria ;)

________________________________________

"E na sua boca não se achou engano; porque são irrepreensíveis diante do trono de Deus."
(Apocalipse 14:5)

quarta-feira, 15 de junho de 2011

A comida está na mesa!

Você certamente já ouviu essa frase da sua mãe, vó, tia, ou alguém próximo, quando se aproxima a hora de alguma refeição. E, cá pra nós, é uma das melhores horas do dia! ;)

Certa vez, Jesus estava na casa de um fariseu se alimentando de pão, quando um dos convidados falou acerca daquele que comer "pão no reino de Deus". É claro que Jesus o respondeu da sua forma preferida: parábolas!

Parábola dos convidados
(Lucas 14:15-24)


[...] Um dos que estavam com ele à mesa, disse-lhe: Bem-aventurado o que comer pão no reino de Deus.

Porém, ele lhe disse: Um certo homem fez uma grande ceia, e convidou a muitos. E à hora da ceia mandou o seu servo dizer aos convidados: Vinde, que já está tudo preparado. E todos à uma começaram a escusar-se [negar-se].

Disse-lhe o primeiro: Comprei um campo, e importa ir vê-lo; rogo-te que me hajas por escusado [perdoado].

E outro disse: Comprei cinco juntas de bois, e vou experimentá-los; rogo-te que me hajas por escusado [perdoado].

E outro disse: Casei, e portanto não posso ir.

E, voltando aquele servo, anunciou estas coisas ao seu senhor. Então, o pai de família, indignado, disse ao seu servo: Sai depressa pelas ruas e bairros da cidade, e traze aqui os pobres, e aleijados, e mancos e cegos.

E disse o servo: Senhor, feito está como mandaste; e ainda há lugar.

E disse o senhor ao servo: Sai pelos caminhos e valados, e força-os a entrar, para que a minha casa se encha. Porque eu vos digo que nenhum daqueles homens que foram convidados provará a minha ceia.
________________________________________

A partir dessa estória que foi contada por Jesus para ilustrar um ensinamento (Jesus era criativo ao ensinar, por isso o uso das parábolas!!), podemos tirar algumas lições:

1. Negando a vontade do Senhor

O homem que preparou a ceia representa a atitude de Deus para conosco.

Eu fico imaginando quantas coisas gostosas e apetitosas estavam sendo servidas nesse banquete, o qual, provavelmente foi preparado com muito carinho para os queridos e honrosos convidados.

Mas, para a decepção do senhor, todos se negaram a deliciar-se dos quitutes, e preferiram cuidar dos seus próprios interesses e bens. Coisas que eles obteram e que estavam à sua vista!

Será que se esses convidados tivessem a noção da dimensão desse banquete, eles não deixariam suas coisas em segundo plano para pode degustar daquilo que foi preparado para eles?!

Os bens os quais eles estavam tratando de cuidar, podiam ser enxergados, e os homens sabiam da importância desses. Mas o banquete preparado eles não chegaram a ver, por isso não tiveram interesse em ir.

O mesmo acontece conosco. O Senhor nos prepara constantemente, dia após dia, iguarias deliciosas, e por muitas vezes nós as deixamos escapar porque nossa visão limitada quer somente uma "bolacha" que julgamos apetitosa e que já está em nossas mãos.

Sabe o que o Aurélio nos diz sobre delícia?!
Um dos seus significados é "2. Extrema felicidade", e é justamente isso que Deus nos reserva no seu banquete, basta apenas termos atitudes de fé para rejeitarmos um arroz "unidos-venceremos" (hahaha... essa é véia!) e assentarmos em uma mesa farta.

A cada dia, Deus nos prepara algo extremamente delicioso, para que nós aprendamos a rejeitar o "normal" e viva o novo de Deus, até chegarmos ao maior banquetes de todos, que será na nossa morada eterna.

2. O alimento é para quem aceita

Depois que os convidados de honra rejeitaram o convite feito com tanto respeito, o senhor ficou indignado pela falta de consideração para com ele.

Então resolveu chamar aqueles que realmente estavam precisando de um alimento, e sabia que eles certamente não negariam o convite.

Essa é a nossa realidade: muitos não dão ouvido ao chamado de Deus! Porém, ainda bem que há muitos por aí precisando de um pão, que é a Palavra, a presença do Senhor, a constante companhia do Espírito Santo, e isso é o que sustenta o nosso corpo, mente e espírito.

Quando você rejeita um alimento vindo do céu, você está rejeitando todas essas bençãos divinas que Deus tem pra te dar. Porém, Deus é tão misericordioso que busca o máximo de pessoas para as suas bençãos, porque Ele sabe que o que foi preparado é o que há de melhor pra nós.

Aceite o convite enquanto você é um convidado de honra! Enxergue com os olhos da fé, e veja além de um prato saboroso. Deus tem uma vida plena, repleta de "pratos surpresa" todos os dias, até o dia que degustaremos o melhor de todos os pratos: ver o Senhor face a face durante toda a eternidade.

Bom apetite!

____________________________________________

"E, à hora da ceia, mandou o seu servo dizer aos convidados: Vinde, que já tudo está preparado."
(Lucas 14:17)

segunda-feira, 30 de maio de 2011

Imitar é permitido

Calmaê!
Vamos entender esse título... "Imitar é permitido"?!

Pois é, gente! Pode crer que sim!
Na última postagem publicada aqui no blog ("Criando um padrão particular") eu abordei sobre a valorização das características pessoais e peculiaridades de cada um, assim como minha opinião acerca dos modismos constantemente lançados, frutos de um mundo capitalista.

Após uma semana da publicação, mantenho a mesma opinião, porém, hoje eu quero valorizar a imitação!

Não! Não estou com dualismo em minhas concepções.
Hoje quero que você reflita sobre uma passagem bíblica que nos ajudará a entender que tipo de imitação devemos valorizar.

"Sede, pois, imitadores de Deus, como filhos amados; E andai em amor, como também Cristo vos amou, e se entregou a si mesmo por nós, em oferta e sacrifício a Deus, em cheiro suave."
(Efésios 5:1-2)


Então?! Tornou-se claro pra você?!
Esse tipo de imitação é permitido, e foi orientado pelo apóstolo Paulo, o qual foi direcionado pelo Espírito Santo em suas palavras.

Primeiramente, ele orienta que busquemos ser como Deus é, ou seja, santo!
E o próprio Deus orientou a Moisés para que falasse ao povo de Israel que:

"[...] Santos serei, porque eu, o Senhor vosso Deus, sou santo."
(Levítico 19:2b)

Deus com certeza não fofoca, não levanta calúnia, não julga, não difama o próximo, não pratica as coisas do mundo, não se envolve em conversas tolas e sujas, não fornica, não adultera, não mata, não rouba, não desrespeita... pelo contrário! Paulo orienta, posterior à primeira frase da passagem, que andemos em amor.

Você precisa 'respirar Deus' para exalar tudo que somente Ele pode proporcionar: amor, alegria, paz, paciência, sabedoria, prudência, domínio próprio, humildade, mansidão... Enfim, santidade!

Mas como eu disse, para isso você precisa RESPIRAR Deus! Para ser santo como Ele é, precisamos estudá-lo.

Para imitarmos algo, procuramos saber como é o 'original'. Com Deus não seria diferente. Estudá-lo significa saber como Ele é, como Ele agiria em determinada situação, o que Ele falaria para determinada pessoa que o magoou, como Deus corresponderia à uma realidade tão cheia de pecado a qual estamos inseridos.


Parece difícil?! Não se você O buscar de todo seu coração.
Com o estudo da Palavra [O Manual! ;)], um coração contrito e desejoso da constante companhia do Espírito Santo, e uma verdadeira vida de adoração a Ele, nós chegamos lá!

Precisamos ter nossa vida baseada nas concepções do Senhor e começar a criar nossas opiniões baseadas nas dEle. A nossa origem é pecaminosa, tendemos sempre a errar, mas tudo fica mais fácil quando estamos firmados na rocha, que é Deus! Eu te convido a renunciarmos nossa carne dia após dia, e cada vez mais chegarmos perto de uma cópia legítima do Senhor!

Não sede santos porque "fulano" ou "sicrano" é santo, mas porque Ele é Santo!!

Essa imitação sim, é divina e faz parte do propósito de Deus pra você!
Ótima semana, santos! ;)
_____________________________________________

"... [Deus] nos elegeu nele antes da fundação do mundo, para que fôssemos santos e irrepreensíveis diante dele em amor."

(Efésios 1:4)